Asas FM 91.1 Geraldo: “Ariano é um exemplo pela obra e pela vida” – A Voz do povo

Geraldo: “Ariano é um exemplo pela obra e pela vida”

O prefeito Geraldo Julio prestigiou o lançamento de uma nova edição do Romance d’A Pedra do Reino do escritor Ariano Suassuna, que faria 90 anos se estivesse vivo hoje. Para celebrar a data, a Prefeitura do Recife organizou várias atividades. No Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, a programação contou com debate, apresentação de documentário e o lançamento de uma nova edição do livro. A família de Ariano, incluindo a viúva Zélia Suassuna, acompanhou o lançamento, que ocorreu na Biblioteca Jornalista Carlos Percol.

“Ariano é um exemplo pela sua obra, pelo amor que ele tinha aos livros e também pelo exemplo como homem de família e como amigo. Era uma pessoa sempre preocupada com os problemas da sociedade e sempre acreditou que os livros podiam abrir muitas oportunidades”, destacou Geraldo. “É por isso que o Compaz é uma semente do sonho que Ariano sempre sonhou. É para que as pessoas amem os livros. Espero que o exemplo de Ariano inspire muitos jovens e crianças da nossa cidade”, acrescentou o prefeito.

Esta é a décima sexta edição do livro Romance d’A Pedra do Reino, de Ariano Suassuna, pela editora Nova Fronteira. A obra é um romance autobiográfico narrado por Dom Pedro Dinis Ferreira – Quaderna, o autoproclamado ‘Rei do Quinto Império e do Quinto Naipe, Profeta da Igreja Católico-Sertaneja e pretendente ao trono do Império do Brasil’. Quaderna, obcecado em criar uma versão essencialmente nordestina para o livro ‘Compêndio narrativo do peregrino da América Latina’, de Nuno Marques Pereira, se descreve como descendente dos verdadeiros reis brasileiros – que nenhuma relação tem com aqueles ‘imperadores estrangeirados e falsificados da Casa de Bragança’.

As comemorações foram iniciadas ainda na quinta-feira (15), com a apresentação da peça teatral Auto da Compadecida, pelo grupo Teatro Experimental de Arte – TEA, de Caruaru, na quadra do Compaz Escritor Ariano Suassuna. Na sexta-feira (16), às 9h, no auditório da unidade, houve a exibição do documentário Ariano: Impressões, de Cláudio Brito e bate-papo com Carlos Newton, professor de Artes Visuais da UFPE e especialista na obra de Ariano Suassuna; Luiz Reis, professor de teatro da UFPE e Cláudio Brito, documentarista.

João Suassuna, neto de Ariano, falou em nome da família e ressaltou a emoção pela homenagem. “É muito emocionante, principalmente por ser aqui, no Compaz Escritor Ariano Suassuna. Hoje foi o relançamento d’A Pedra do Reino e vem muita coisa boa ainda por aí, inclusive com coisas inéditas. Queremos mostras com este livro e os outros que vêm por aí que Ariano está mais vivo do que nunca. Um autor como Ariano será celebrado hoje e daqui a 100, 200, 500 anos”, disse o João.

 

Magno Martins