Asas FM 91.1 João Campos rumo à 2020 – A Voz do povo

João Campos rumo à 2020

João Campos intensifica agenda no Recife visando 2020

Herdeiro político do ex-governador Eduardo Campos, o deputado federal João Campos foi eleito com 460.387 votos, sendo o mais votado do pleito passado em Pernambuco. Na capital pernambucana não foi diferente, João atingiu 70.864 votos ficando na primeira colocação. O resultado obtido e a conjuntura política que se estabeleceu que corresponde a uma renovação dos quadros colocam o deputado federal na condição de nome natural para disputar a prefeitura do Recife em 2020.

Ciente disso, apesar da intensa agenda em Brasília, João tem realizado várias visitas nos finais de semana aos bairros da cidade. Isso cria a marca de deputado presente na sua principal base política e lhe credencia ainda mais para a disputa. João poderá ser oficializado como nome de Geraldo Julio e de Paulo Câmara nas eleições do ano que vem, representando a Frente Popular que já foi liderada em eleições anteriores por Pelópidas da Silveira, Miguel Arraes e Jarbas Vasconcelos na capital pernambucana.

Dificilmente haverá outra ocasião tão propícia quanto 2020 para João Campos iniciar sua carreira majoritária, uma vez que o PSB representa uma gestão bem-avaliada na capital, que é a de Geraldo Julio, e uma gestão que está se consolidando no estado, que é a de Paulo Câmara após a sua reeleição. Apesar da pouca idade, João levará consigo uma força política que pouca gente teve quando foi para a sua primeira majoritária. Em 2020 ele terá 27 anos, mesma idade que seu pai, Eduardo Campos, tinha quando disputou sua primeira majoritária em 1992, que foi a prefeitura do Recife naquela ocasião.

Se em 1992 Eduardo disputou a prefeitura do Recife para ganhar experiência, João disputaria em 2020 para efetivamente ganhar a eleição, pois as circunstâncias lhe são extremamente favoráveis, fruto evidentemente da semente plantada por Eduardo, mas que inexoravelmente darão a João a legitimidade política e eleitoral que ele precisa para vencer a disputa do ano que vem.

Fonte : Edmar Lyra