Grudados: petistas seguram cargos no governo

 

Diario de Pernambuco – Suetoni Souto Maior

 FOTO: BLENDA SOUTO MAIOR/DP/D.A PRESS

O discurso de independência em relação ao PSB, em Pernambuco, pregado pelo Partido dos Trabalhadores, não tem funcionado na prática. Três meses após a sigla ter formalizado a entrega dos cargos no governo de Eduardo Campos e em prefeituras comandadas por socialistas no Estado, repetindo um gesto do PSB em relação ao governo federal, a legenda continua ocupando postos no governo e nas prefeituras do Recife e de Paulista, na Região Metropolitana. 

Ouvido pelo Diario, o senador Humberto Costa (PT) não escondeu o constrangimento com a postura dos colegas de partido. Ele disse que espera uma postura forte da direção do PT, tanto na esfera estadual quanto na nacional.

O fato é considerado mais grave porque Oscar Barreto, que ocupa cargo no governo do estado, é também presidente da sigla no Recife. Já a prefeitura da capital tem o petista Eduardo Granja ocupando o cargo de secretário de Habitação.

Teresa Leitão admite que a permanência de petistas em gestões do PSB gera transtornos para a sigla. “Até porque é um assunto que não tem fim”, enfatizou. Ela estabeleceu o mês de fevereiro como prazo para que a executiva do partido solucione o caso. 

  Escrito por Magno Martins